10:38 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente filipino, Rodrigo Duterte, discursa durante sua visita à cidade de Tarlac, em 11 de dezembro de 2016

    Duterte pede desculpas por ter xingado Obama de 'filho da p***' e chama Trump de amigo

    © REUTERS/ CZAR DANCEL
    Mundo
    URL curta
    632

    O presidente filipino, que está efetuando desde ontem (2) uma visita de quatro dias a Israel, pediu desculpas por ter chamado Barack Obama de "filho da p***" há dois anos e disse que o atual presidente Donald Trump é seu "bom amigo".

    Ao discursar em Jerusalém perante trabalhadores filipinos, Duterte pediu desculpas ao ex-presidente americano por tê-lo chamado de "filho da p***" em 2016. Ele avisou também para não o questionarem sobre a política de execuções extrajudiciais.

    "Seria apropriado também dizer agora: senhor Obama, você é um civil, peço desculpas por ter pronunciado aquelas palavras", disse Duterte, referindo-se aos xingamentos em relação ao ex-presidente americano.

    Ao mesmo tempo, o líder filipino descreveu Obama como uma pessoa "fria" que se mantinha sempre "à distância", acrescentando que o atual presidente Donald Trump é seu "bom amigo", segundo a agência Al-Arabiya.

    Duterte xingou Obama na véspera de uma cúpula em Laos, apelando aos EUA que cancelassem o encontro entre ele e o presidente americano. O líder filipino é frequentemente criticado por sua campanha contra as drogas no país. A sua polícia teria matado mais de 4 mil pessoas que vendiam ou consumiam drogas.

    Mais:

    Duterte diz que comprar F-16 dos EUA é 'totalmente inútil'
    Duterte considera ficar sem smartphone por suspeitar que CIA esteja planejando matá-lo
    Tags:
    xingamento, pedido de desculpas, Rodrigo Duterte, Donald Trump, Barack Obama, Filipinas, Israel, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik