06:37 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, dividem a tela

    Trump garante proteção à Coreia do Norte em caso de acordo com EUA

    © AP Photo / Ahn Young-joon
    Mundo
    URL curta
    35613

    O presidente dos EUA, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (17) que o líder norte-coreano Kim Jong-un terá fortes proteções se Pyongyang fizer um acordo com Washington e desistir de seu programa de armas nucleares.

    "Ele [Kim] terá proteções que serão muito fortes. A Síria nunca teve proteções, ou se você olhar em qualquer parte do Oriente Médio, você olha para o Iraque, olha para a Líbia, com a Líbia certamente eles não têm proteção, eles tiveram exatamente o oposto", disse Trump a repórteres.

    Trump observou que os EUA e a Coreia do Norte estão mantendo os preparativos para a cúpula entre os dois países. 

    "Nosso pessoal está trabalhando com eles agora mesmo para a organização da reunião. Então isso difere do que você lê na mídia. Vamos ver o que acontece. Estamos trabalhando com eles agora. Talvez tenhamos uma reunião, talvez não. Se isso acontecer, será muito interessante", disse ele a repórteres durante uma reunião com o secretário-geral da OTAN.

    O presidente dos EUA afirmou que está contando com uma reunião bem-sucedida. Segundo ele, os Estados Unidos não receberam uma notificação da Coreia do Norte sobre o cancelamento da cúpula bilateral, que deve ser realizada em 12 de junho em Cingapura.

    Mais:

    EUA exigem da Coreia do Norte o envio de bombas e mísseis nucleares em 6 meses, diz jornal
    Acordo entre EUA e Coreia do Norte está ameaçado: por que isso é vantajoso para Rússia?
    Coreia do Norte avisa os EUA antes de cúpula: 'Nosso país não é a Líbia ou o Iraque'
    Trump diz que insistirá na desnuclearização da Coreia do Norte
    Tags:
    desnuclearização, programa nuclear, acordo, reunião, Kim Jong-un, Donald Trump, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik