10:44 21 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Embaixada russa em Washington.

    Expulsos dos EUA, diplomatas russos começam a deixar o país

    © Sputnik / Alexey Agarishev
    Mundo
    URL curta
    105

    O primeiro grupo de diplomatas russos expulsos dos Estados Unidos deixou a embaixada e estão no aeroporto de Washington, informou um correspondente da Sputnik neste sábado (31).

    Juntamente com os membros da família, um total de 171 pessoas deixarão os Estados Unidos neste sábado (31) em dois aviões. Uma dessas aeronaves também visitará Nova York e levará 14 famílias dessa cidade.

    Na segunda-feira (26), o governo dos EUA expulsou 60 diplomatas russos e fechou o Consulado Geral russo em Seattle depois que Sergei Skripal, um ex-espião russo que trabalhava para a inteligência britânica, e sua filha Yulia foram expostos ao que especialistas britânicos afirmam ser um agente nervoso A-234.

    A primeira-ministra britânica, Theresa May, acusou a Rússia de orquestrar o ataque ocorrido em 4 de março e expulsou 23 diplomatas russos do país em forma de retaliação. Em solidariedade, 16 países da União Europeia, EUA, Canadá, Austrália, Albânia, Moldávia, Macedônia, Ucrânia e Noruega anunciaram a expulsão de diplomatas russos. No total, serão expulsos 150 diplomatas.

    Neste sábado (31), a embaixada russa no Reino Unido enviou um questionário com 14 perguntas aos britânicos questionando, entre outras coisas, sobre o fato de Moscou não ter acesso consular aos Skripals e sobre as razões de a França estar envolvida na investigação do incidente.

     

    Tags:
    envenenamento, tensão diplomática, Yulia Skripal, Sergei Skripal, Theresa May, França, Noruega, Ucrânia, Moldávia, Albânia, Austrália, Canadá, Nova York, EUA, Estados Unidos, Londres, Moscou, Washington, Rússia, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik