20:28 22 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Afrin, uma das principais cidades curdas da Síria

    EUA se dizem preocupados após FDS abandonarem coalizão para combater em Afrin

    © REUTERS / Mahmoud Hebbo
    Mundo
    URL curta
    Conflito em Afrin (30)
    944

    Os Estados Unidos estão preocupados com o fato de as Forças Democráticas da Síria terem abandonado seus postos na luta contra o Daesh, junto à coalizão internacional liderada por Washington, para se dedicar aos conflitos contra as tropas da Turquia em Afrin, segundo afirmou a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert.

    "Nós vimos como a situação em Afrin fez com que algumas dessas forças das FDS… começassem a deixar seu trabalho com os parceiros da coalizão, para lutar contra o ISIS, para se dirigir a Afrin, para cuidar daqueles tipos de questões", declarou Nauert nesta quinta-feira, em coletiva de imprensa. "Isso tira o foco do ISIS. É uma preocupação para a gente". 

    De acordo com a representante do Departamento de Estado, as Forças Democráticas da Síria têm sido grandes parceiras na luta contra o Daesh.

    Nesta semana, as FDS anunciaram em comunicado que haviam decidido enviar combatentes para a região de Afrin com o objetivo de ajudar as milícias curdas locais nos confrontos com as forças da Turquia, que invadiram a região no final de janeiro para eliminar facções curdas consideradas extremistas por Ancara.

    Tema:
    Conflito em Afrin (30)

    Mais:

    Turquia e Exército Livre da Síria teriam capturado cidade de Rajo, perto de Afrin
    Opinião: governo sírio está vencendo guerra em Ghouta Oriental e Afrin
    Moscou: EUA de fato instigaram Turquia a iniciar operação militar em Afrin
    Tags:
    curdos, Daesh, ISIS, Forças Democráticas da Síria, FDS, Turquia, Ancara, Afrin, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik