20:59 24 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    341
    Nos siga no

    Quatro membros do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), incluindo dois líderes, foram eliminados durante uma operação antiterrorista na província turca de Diyarbakir, no sudeste do país, nesta quinta-feira.

    De acordo com informações do jornal Daily Sabah, todas as mortes foram resultado de um combate entre os militantes e agentes das forças de segurança da Turquia, durante uma perseguição de automóveis. Os dois líderes do PKK eliminados estariam na lista de terroristas mais procurados do Ministério do Interior turco.

    Fundado no final da década de 1970 como um partido de extrema esquerda, o PKK luta há anos por um Curdistão autônomo e mais direitos para a população curda na Turquia. Os confrontos armados entre membros do grupo e as forças de Ancara já levaram à morte de mais de 40 mil pessoas. Embora as duas partes tenham chegado a um acordo de cessar-fogo em 2013, a trégua foi violada dois anos depois, em meio à ofensiva jihadista no norte da Síria, na fronteira com a Turquia, contra a população curda da região. 

    Mais:

    Erdogan acusa países da União Europeia de apoiar PKK
    Exército turco elimina 400 curdos e militantes do Daesh em Afrin
    Washington: armamos os curdos para libertar Raqqa, não para passar as armas adiante
    Tags:
    curdos, Daily Sabah, PKK, Diyarbakir, Curdistão, Turquia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar