23:04 03 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    4610
    Nos siga no

    Estados Unidos tentam preservar sua supremacia em termos de arsenal químico, tornando-se assim "o proprietário do maior arsenal de armamento químico", acreditam no Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

    EUA estão adiando o dia da destruição total do seu arsenal químico, declarou o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov.

    "Foram os EUA que naquele tempo contribuíram para marcar a Convenção sobre a Proibição de Armas Químicas, registrando um prazo razoavelmente ambicioso para a destruição total de armas químicas — até 2007. É evidente que não foi possível alcançar esse objetivo. No entanto, mais uma década já se passou", diz o comunicado do diplomata russo dedicado à reunião "Cooperação internacional para combater uso ilegal de armas químicas" realizada em Paris.

    "A maioria dos países — principalmente nós [Rússia] — cumpriram suas obrigações", adiantou.

     O vice-ministro também acrescentou que "apesar disso, eles [EUA] continuam cada vez mais adiando o prazo de destruição total do seu próprio arsenal químico".

    Em sua opinião, "Washington continua sendo o dono do maior estoque de armas químicas do mundo — mais de 2,5 mil toneladas de armas com substâncias tóxicas das mais perigosas".

    Assim, sublinhou que os "EUA estão cautelosamente guardando as armas de destruição em massa proibidas em outros países. É evidente que precisam delas por algum motivo".

    Mais:

    Moscou: EUA deturpam posição da Rússia sobre o uso de armas químicas na Síria
    Rússia diz que acusações dos EUA contra Síria sobre uso de armas químicas são infundadas
    Alemanha termina destruição de armas químicas vindas da Líbia
    EUA e Rússia discutem prolongamento de investigação do uso de armas químicas na Síria
    EUA acusam Rússia de atrapalhar investigação sobre uso de armas químicas na Síria
    Tags:
    armas de destruição em massa, substâncias tóxicas, destruição, armas químicas, Convenção sobre a Proibição do Desenvolvimento, Produção, Armazenagem e Utilização de Armas Químicas, Sergei Ryabkov, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar