14:48 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    111
    Nos siga no

    O exército sul-coreano não detectou nenhuma indicação de que a Coreia do Norte possa fazer um novo lançamento de mísseis em breve. A declaração é do chefe de Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul nesta quinta-feira (4).

    "Não há nenhuma atividade que possa levar à conclusão de que uma provocação por mísseis pela Coreia do Norte seja iminente", disse o porta-voz da Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul, coronel Roh Jae-cheon, citado pela agência Yonhap.

    A entidade, no entanto, não excluí a possibilidade de Pyongyang realizar provocações com teste de mísseis em um futuro próximo. 

    Anteriormente, a embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, havia declarado que a Coreia do Norte poderia realizar novos testes de mísseis em breve.

    No final de novembro, a Coreia do Norte lançou o míssil balístico Hwasong-15, com alcance de mais de 13 mil quilômetros. O secretário de Defesa dos EUA, James Mattis, disse que o míssil estabeleceu um novo recorde de altitude alcançado por um projetil norte-coreano.


    Mais:

    Coreia do Norte está construindo o maior foguete da sua história para aniversário do país
    Trump diz que sanções e 'outras pressões' começam a fazer efeito sobre Coreia do Norte
    Coreia do Sul propõe algo inesperado ao seu vizinho
    Guerra nuclear com a Coreia do Norte está 'mais perto do que nunca', diz almirante dos EUA
    Tags:
    ameaça, foguete, lançamento, testes de mísseis, Yonhap, Nikki Haley, EUA, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar