06:16 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados do exército sírio perto de Deir ez-Zor

    Estado-Maior da Rússia informa que a Síria foi completamente libertada do Daesh

    © Sputnik/ Mikhail Alaeddin
    Mundo
    URL curta
    13320

    O Estado Maior da Rússia informou nesta quarta-feira (6) que a Síria foi completamente libertada do Daesh. De acordo com o chefe do Estado-Maior General russo, Valery Gerasimov, o restante dos terroristas remanescentes foram derrotados em Deir ez-Zor.

    "Todas as formações do Daesh [Estado Islâmico] no território da Síria foram destruídas, e o próprio território foi libertado. O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, informou isso há uma hora ao comandante-chefe, o presidente Vladimir Putin", disse Gerasimov.

    Segundo ele, as tropas do general sírio Suhel Hassan derrotaram os militantes remanescentes na província de Deir ez-Zor e libertaram diversos assentamentos, aliando-se com as forças do governo que avançaram a partir do sul.

    "Assim, hoje não existe território na Síria sob o controle do Daesh", afirmou o chefe do Estado-Maior.

    Valery Gerasimov acrescentou que a cooperação entre a Rússia e os EUA contribuiu para a normalização da situação na Síria. De acordo com ele, "o formato de cooperação existente permitiu assinar um memorando entre a Jordânia, a Rússia e os EUA em 7 de julho de 2017 e criar a primeira zona desmilitarizada no sul da Síria".

    Mais:

    Ministério da Defesa da Rússia divulga vídeo do ataque aéreo contra Daesh em Deir ez-Zor
    Exército sírio encontra armazéns com armas letais do Daesh em Deir ez-Zor
    Ataque aéreo da coalizão internacional em Deir ez-Zor mata 10 civis
    Exército sírio encontra carro-bomba com substâncias químicas em Deir ez-Zor
    Tags:
    terroristas, tropas, Exército, Exército Sírio, Daesh, Estado Islâmico, Valery Gerasimov, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik