17:18 19 Junho 2018
Ouvir Rádio
    O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

    'Estamos indo para uma guerra se as coisas não mudarem', diz senador dos EUA

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Mundo
    URL curta
    231622

    O senador republicano da Carolina do Sul Lindsey Graham alertou que poderá existir uma guerra com a Coreia do Norte.

    "Se tivermos que ir à guerra para parar isso, nós iremos", disse o congressista em entrevista à CNN. "Se houver uma guerra com a Coreia do Norte, será porque a Coreia do Norte buscou isso para si mesma, e nós estamos indo para uma guerra se as coisas não mudarem".

    Graham também afirmou que no caso de um conflito militar, os Estados Unidos ganhariam, mas muita gente "seria morta e machucada".

    Nesta terça-feira (28), Pyongyang lançou mais um míssil balístico. O Pentágono acredita que o projétil disparado é um míssil balístico intercontinental (ICBM na sigla em inglês).

    Graham também afirmou não querer uma guerra, mas disse que existe um "homem louco" que pode atingir o território dos Estados Unidos.

    "Ele [Donald Trump] está pronto para, se necessário, destruir este regime para proteger a América, e espero que o regime entenda que, se o presidente Trump tiver que escolher entre destruir o regime norte-coreano e a pátria americana, ele vai destruir o regime. Espero que a China entenda também", afirmou Graham.

    Mais:

    Míssil da Coreia do Norte colocou em risco a vida de deputados da Rússia, diz vice russo
    Coreia do Norte faz lançamento de míssil balístico não identificado
    Analista: posição russa em relação à Coreia do Norte é mais vantajosa do que a dos EUA
    Coreia do Sul, EUA e Japão esperam novo lançamento de míssil por Pyongyang em alguns dias
    Disputas e sanções: analistas debatem razões para ausência de testes da Coreia do Norte
    Kim não vai gostar: Rússia elogia sul-coreanos e exalta plano para conter Coreia do Norte
    Ameaça da Coreia do Norte coloca Havaí em alerta de possível ataque nuclear
    Vice-chanceler russo alerta para risco de 'cenário apocalíptico' na península da Coreia
    Tags:
    Donald Trump, Estados Unidos, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik