05:39 11 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Freira chora vendo as consequências da explosão na catedral copta no Cairo, Egito

    Número de mortos em atentado terrorista no Egito sobe para 235

    © REUTERS/ Amr Abdallah Dalsh
    Mundo
    URL curta
    305

    O número de pessoas mortas no ataque desta sexta-feira (24) em uma mesquita, localizada em uma aldeia a oeste da cidade de Arish, na Península do Sinai, no Egito, aumentou para 235 pessoas, enquanto outras 130 ficaram feridas.

    O Ministério Público egípcio lançou uma investigação sobre o ataque, enquanto as forças policiais procuram os terroristas. 

    De acordo com fontes do serviço de segurança do país, citadas pela mídia local, terroristas teriam detonado uma bomba durante oração da sexta-feira e depois começaram a atirar nas pessoas que saíam. Há dados que os terroristas atiraram até nas ambulâncias que tentavam levar pessoas do local do ataque.

    Posteriormente, foi informado que o Egito realizou um ataque com drones que matou 15 militantes envolvidos no atentado terrorista. 

    O governo egípcio declarou um luto de três dias em homenagem às vítimas do atentado. 

    O presidente dos EUA, Donald Trump, se manifestou condenando o ataque "horrível e covarde" à mesquita. 

    "O mundo não pode tolerar o terrorismo, devemos derrotá-los militarmente e desacreditar a ideologia extremista que forma as bases de sua existência", declarou. 

    O presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sisi, fará uma reunião de segurança de emergência de alto nível para discutir o ataque terrorista, tendo uma investigação já iniciada.

    Mais:

    Drones do Egito matam 15 militantes ligados a atentado terrorista em mesquita
    Explosão atinge mesquita no Egito matando dezenas de pessoas
    Arqueólogos russos encontraram nova múmia e sarcófago no Egito (FOTO)
    Tags:
    atentado terrorista, mortos, mesquita, explosão, terrorismo, Sinai, Egito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik