15:48 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Donald Trump ao telefone na Casa Branca

    Trump e May conversam por telefone sobre Irã

    © REUTERS/ Jonathan Ernst
    Mundo
    URL curta
    222

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, conversaram por telefone nesta terça-feira (10) sobre como impedir o Irã de ter armamento nuclear, informou a Casa Branca por meio de comunicado.

    Na semana passada, o jornal The Washington Post informou que Trump considera declarar que o Irã não cumpre suas obrigações estabelecidas pelo acordo nuclear assinado em 2015. Caso o presidente republicano faça isso, o Congresso dos Estados Unidos precisá decidir se Washington fica ou sai do acordo. 

    "O presidente Donald J. Trump falou hoje com a primeira-ministra Theresa May, do Reino Unido, sobre formas de negar ao Irã todos os caminhos para uma arma nuclear. O presidente Trump ressaltou a necessidade de trabalhar em conjunto para responsabilizar o regime iraniano por suas atividades malignas e desestabilizadoras, especialmente o patrocínio do terrorismo e o desenvolvimento de mísseis ameaçadores ", afirmou o comunicado da Casa Branca.

    O Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês), como é conhecido o acordo nuclear, estabelece condições para que o programa nuclear iraniano funcione com fins estritamente energéticos. O acordo foi assinado por líderes dos Estados Unidos, Alemanha, China, França, União Europeia, Rússia e Reino Unido.

    A primeira-ministra Theresa May afirmou no telefone para Trump que o acordo nuclear é "vitalmente importante par a segurança regional", segundo a BBC. Para ela, os Estados Unidos devem ficar no acordo. 

    O chanceler britânico, Boris Johnson, irá receber o vice-presidente iraniano, Ali Akhbar Salehi, na quarta-feira.

    Um dia depois, na quinta, Trump irá anunciar sua posição sobre a questão iraniana.

    Mais:

    Irã promete ensinar 'novas lições' aos EUA que 'só entendem xingamentos'
    Irã: tentativas dos EUA de demonizar nossas tropas de elite serão consideradas terrorismo
    Irã promete resposta 'esmagadora' se EUA equipararem suas tropas de elite a terroristas
    Irã promete tratar o exército dos EUA como Daesh, se as novas sanções forem confirmadas
    Jovem é banida do time de xadrez do Irã por recusar-se a usar véu islâmico
    Trump acusa Irã de financiamento da Coreia do Norte
    Tags:
    Donald Trump, Theresa May, Boris Johnson, Reino Unido, Irã, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik