06:31 01 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    332
    Nos siga no

    A jogadora de xadrez Dorsa Derakhshani foi barrada da seleção do Irã por recusar-se a vestir o hijab - véu islâmico usado para cobrir a cabeça - em uma competição em Gibraltar no começo deste ano.

    A jovem natural de Teerã foi, então, morar nos Estados Unidos e irá participar de competições como representante do time estadunidense. Ela está cursando a Universidade de Saint Louis e tem o título de Mestre Internacional da Federação Internacional de Xadrez. 

    "Eu me sinto bem e… em paz por jogar por uma federação em que sou bem-vinda e apoiada", disse Dorsa em entrevista ao site da federação de xadrez dos EUA.

    Desde a Revolução Iraniana de 1979, todas as mulheres do país são obrigadas a usar o hijab em público.

    O irmão de Dorsa, Borna Derakhshani, também foi punido pela federação iraniana por enfrentar um competidor israelense na mesma competição em Gibraltar. O Irã não reconhece Israel como um estado e proíbe os iranianos de competir contra israelenses durante torneios de xadrez.

    Mais:

    Irã afirma que seu programa de mísseis balísticos não é negociável
    Por que EUA provocam Irã?
    Opinião: Irã continuará sendo vencedor mesmo que EUA anulem acordo nuclear
    Rússia não cessará fornecimento de armas ao Irã se EUA abandonarem acordo nuclear
    É o fim? Imprensa afirma que Trump pretende anular acordo nuclear com Irã
    Parlamentar russo: Irã interpretará o cancelamento do acordo nuclear como provocação
    Tags:
    Estados Unidos, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar