17:00 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Jato comercial E190 da Embraer

    Presidente da Embraer espera 'diálogo muito frutífero' na cúpula dos BRICS em Xiamen

    Antônio Milena/ABR
    Mundo
    URL curta
    IX Cúpula do BRICS (22)
    970

    Nas margens da cúpula dos BRICS em Xiamen, os correspondentes da Sputnik tiveram a oportunidade de falar com o presidente da Embraer Aviação Comercial, Paulo César de Souza e Silva, sobre as perspectivas do evento.

    Para o empresário, o chamado formato "BRICS+" que pressupõe a ampliação do diálogo sem adesão de novos países-membros, representa uma oportunidade única de melhorar a cooperação.

    Paulo Nogueira Batista Jr, vice-presidente Do Novo Banco de Desenvolvimento dos BRICS, em 3 de setembro de 2017, em Xiamen
    © Sputnik/ Ekaterina Nenakhova
    "Cada vez que temos países adicionais com capacidades mais ou menos iguais, com um nível semelhante das suas economias, isto nos dá novas oportunidades. O mundo está se tornando cada vez mais globalizado hoje em dia, por isso é importante para os países cooperarem em termos do comércio bilateral, que é a base de tudo", frisou.

    O dirigente da gigante brasileira assinalou que está esperando uma "discussão muito frutífera" durante o evento.

    "Em nosso caso, os brasileiros, estamos satisfeitos por trabalhar para estabelecer um grupo de aviação nos próximos anos, é algo que, a meu ver, é importante para todos os cinco países, inclusive para a Rússia. Vocês têm a aviação a um nível que proporciona oportunidades inéditas para o desenvolvimento. […] Acho que é um movimento muito bom", concluiu.

    Tema:
    IX Cúpula do BRICS (22)

    Mais:

    Portugal negocia com Embraer e planeja comprar 5 aviões de 'dupla função'
    Cúpula do BRICS em Xiamen: China converte poder econômico em influência política global
    À procura da nova ordem econômica: por que está aumentando interesse pelo BRICS?
    Embaixador russo na China: BRICS partilha posição da Rússia sobre sanções ocidentais
    Tags:
    aviação comercial, Embraer, BRICS, Rússia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik