23:38 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Ex-presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachev

    Gorbachev: os problemas começaram quando os EUA 'declararam vitória na Guerra Fria'

    © AP Photo / dpa, Jens Kalaene
    Mundo
    URL curta
    282
    Nos siga no

    O ex-presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachev, disse que a "raiz dos erros", que corroeram o fundamento das novas relações bilaterais entre a Rússia e os EUA depois do fim da Guerra Fria, foi o fato de Washington ter declarado "vitória" em vez de dar destaque ao consenso alcançado entre as duas potências nucleares.

    Ex-presidente da URSS, Mikhail Gorbachev
    © Sputnik / Alexander Vilf
    Nesta segunda-feira, em Moscou, foi realizada a cerimônia de abertura de exposição de esculturas "Gorbachev e Reagan", de autoria do célebre artista russo Aleksandr Burganov. A exposição será realizada em uma das praças da capital russa, que já conta com algumas obras do mesmo autor, dedicadas às relações russo-americanas, tais como "Lincoln e Alexandre II" e "Encontro dos exércitos no rio Elba". 

    Durante seu discurso, durante a cerimônia de abertura da escultura, Gorbachev lembrou do esforço conjunto dos dois países quando, na segunda metade dos anos 1980 "em parceria com as lideranças dos EUA e de outros países conseguimos nós afastar do precipício e por um fim na Guerra Fria". Na época, destacou o ex-presidente, foram firmados os acordos, com a base nos quais, até o presente momento, já foram liquidados mais de 80% do arsenal nuclear, fabricado durante a corrida armamentista.

    Presidente dos EUA, George Bush, e presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachev
    © AFP 2019 / MIKE FISHER
    Presidente dos EUA, George Bush, e presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachev

    "O mundo ficou livre do medo, sob o qual viveu por décadas. Tenho certeza de que isso foi uma grande conquista para todos, e não vitória de um dos lados. Esse pensamento era compartilhado pelo presidente Reagan e pelo presidente Bush-pai, com o qual, mas de uma vez, discutimos esses acontecimentos nos anos que se seguiram", disse estadista, cujo discurso foi publicado no site da Fundação Gorbachev.

    O ex-líder soviético disse que era necessário "caminhar mais ainda, até a liquidação de todas as armas nucleares e a formação de uma parceria multilateral dos nossos países e povos".

    "Não foi culpa nossa, o fato dos EUA terem decidido anunciar a vitória na Guerra Fria, em vez de constatar a conquista comum", destaca Gorbachev.

    Ele afirma que é preciso lembrar disso, mas que "o mais importante neste momento é fazer todo o possível para superar o perigoso impasse atual".

    Mais:

    Gorbachev responde a recentes críticas de Putin, chamando-as de 'injustas'
    Gorbachev: Rússia e EUA precisam se esforçar para prevenir guerra nuclear
    Gorbachev assume parte da responsabilidade pela queda da União Soviética
    Ex-presidente soviético Gorbachev: 'Próxima guerra será a última'
    Tags:
    relações bilaterais, Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares, Guerra Fria, Aleksandr Burganov, Mikhail Gorbachev, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar