05:42 11 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Portões em frente ao Ministério da Defesa da Rússia

    Batalha de generais: WSJ indica principais rivais da 'nova Guerra Fria'

    © Sputnik/ Evgeny Byatov
    Mundo
    URL curta
    0 100

    A 'Guerra Fria' de nossos tempos já começou, considera o colunista do Wall Street Jornal, Nathan Hodge.

    Como destaca o jornalista, o novo conflito entre Moscou e Washington pode resultar na confrontação entre duas das "figuras mais influentes" da época atual: o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas russas, general Valery Gerasimov, e o general Herbert McMaster, conselheiro de Donald Trump para assuntos da segurança nacional.

    Nathan Hodge encontra paralelos na trajetória destes dois homens: ambos começaram sua carreira nos tempos da Guerra Fria e tiveram oportunidade de prestar serviços na Europa, participaram dos combates contras formações armadas irregulares. Eles também foram testemunhas do surgimento de novos meios de guerra, inclusive da guerra cibernética.

    "Ambos se tornaram famosos devido a seus trabalhos dedicados à tática de comportamento do adversário e têm fama de grandes mentores militares. Eles têm como objetivo traçar os contornos de futuras guerras ", escreve Hodge.

    O general McMaster criou um curso de instrução secreto sobre o conflito no leste da Ucrânia. Para além disso, muitos o consideram um dos autores da estratégia atual da OTAN no Leste europeu, bem como do plano da colocação do contingente da aliança na região báltica.

    Por sua vez, o general Valery Gerasimov tem analisado as ações dos EUA no Iraque e Afeganistão. Em 2013 ele abordou detalhadamente as operações do Pentágono para derrubar vários regimes nos países que ele considera o "Eixo do Mal". Muito recentemente, o general russo publicou um trabalho onde ele analisa a experiência obtida pelos militares russos na Síria.

    O autor do WSJ sublinha que a atenção dos estrategistas está focada na área da segurança cibernética, inteligência espacial e drones.

    Valery Gerasimov foi nomeado chefe do Estado-Maior das Forças Armadas russas. Antes desta nomeação, ele chefiava as tropas do Distrito Militar Central e Distrito de Moscovo. Tinha estado à frente do 58º exército durante a segunda guerra da Tchetchênia (1999-2009). Atualmente é ele que planeja a operação da Rússia na Síria.

    O general McMaster, antes de se tornar conselheiro para a segurança nacional dos EUA em fevereiro de 2017, chefiava as operações terrestres durante a primeira guerra no golfo Pérsico (1990-1991). Em 2003 começou a prestar serviços no Comando Central dos EUA. Entre 2008 e 2010 participou da elaboração das doutrinas das operações terrestres e preparação de efetivos.

    Mais:

    Especialista: Washington é responsável pela tensão crescente com Moscou
    O que Putin quis dizer com 'ninguém sobreviveria a uma guerra entre Rússia e EUA'?
    Site analítico dos EUA admite vitória de Putin e Rússia na guerra midiática
    Tags:
    Guerra Fria, Herbert McMaster, Valery Gerasimov, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik