15:10 29 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    962
    Nos siga no

    Mais de 30 civis da cidade síria de Raqqa foram mortos como resultado dos ataques aéreos da coalizão liderada pelos EUA contra posições do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico).

    Os civis teriam sido atingidos pelos ataques enquanto tentavam abandonar os territórios controlados por terroristas através do rio Eufrates. A informação foi divulgada pelo canal Al Mayadeen nesta segunda-feira (5).

    No sábado, a mídia estatal síria havia informado que pelo menos 43 civis foram mortos como resultado de um ataque aéreo da coalizão em Raqqa. O Ministério das Relações Exteriores da Síria condenou os ataques aéreos e enviou duas cartas ao secretário-geral da ONU e ao chefe do Conselho de Segurança, nas quais as ações da coalizão liderada pelos EUA foram comparadas com os crimes do Daesh.

    Na última sexta-feira, a coalizão internacional liderada pelos EUA atualizou o número de baixas confirmadas da sua campanha antiterrorista na Síria e Iraque. Segundo os últimos dados, morreram 132 civis, subindo o número total para 484 pessoas.

     

    Mais:

    Síria apresenta queixa na ONU contra morte de civis por coalizão dos EUA
    Mídia: Ataque da coalizão internacional liderada pelos EUA mata 43 civis em Raqqa
    MRE da Rússia: ataques aéreos da coalizão internacional não têm pretexto antiterrorista
    ONU: mais de 100 civis morreram na Síria em ataques da coalizão durantes últimas semanas
    Tags:
    mortos, ataque aéreo, civis, terroristas, bombardeio, coalizão internacional, Al Mayadeen, Daesh, Estado Islâmico, Raqqa, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar