21:50 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Doha, la capital de Catar

    Qatar não quer agravar tensão com países árabes que cortaram relações diplomáticas

    © REUTERS / Fadi Al-Assaad
    Mundo
    URL curta
    Ruptura de relações diplomáticas com Qatar (67)
    553

    Diversos países romperam as relações com o Qatar nesta segunda-feira (5) por suposto apoio a organizações terroristas e desestabilização da segurança no Oriente Médio.

    O ministro das Relações Exteriores do Qatar, Mohammed bin Abdulrahman Al Thani, declarou que o país não pretende agravar ainda mais as relações com os países que cortaram as relações diplomáticas com Doha nesta segunda-feira (5). 

    "O Qatar não vai tomar medidas direcionadas ao aumento da escalada da tensão, pois considera que tais problemas devem ser resolvidos de forma fraterna pelos Estados na mesa de negociações", disse o chanceler em entrevista ao canal Al Jazeera.  

    Segundo ele, o Qatar não vai buscar o agravamento da situação, apesar de ser contra medidas unilaterais rigorosas tomadas contra o país. 

    Arábia Saudita, Bahrein, Emirados Árabes e Egito romperam relações com o Qatar nas primeiras horas desta segunda-feira, acusando Doha de apoiar organizações terroristas e desestabilizar a segurança do Oriente Médio. Mais tarde, autoridades de Iêmen, Líbia e Maldivas também seguiram o exemplo.

     

     

    Tema:
    Ruptura de relações diplomáticas com Qatar (67)

    Mais:

    Trump irá dialogar com todos os países da crise do Golfo para diminuir tensão com Qatar
    Putin e Erdogan trocam impressões sobre situação do Qatar
    Quando os velhos amigos decidem cortar o Qatar
    Moscou sobre Qatar: conflitos devem ser resolvidos por vias diplomáticas
    Tags:
    segurança, conflito, tensão, relações diplomáticas, crise, Al Jazeera, Mohammed bin Abdulrahman Al Thani, Golfo Pérsico, Qatar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar