08:21 25 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    U.S. Republican presidential nominee Donald Trump and Mexico's President Enrique Pena Nieto arrive for a press conference at the Los Pinos residence in Mexico City, Mexico, August 31, 2016

    México: deter as mudanças climáticas é um 'imperativo moral'

    © REUTERS / Henry Romero
    Mundo
    URL curta
    0 21

    O presidente mexicano Enrique Peña Neto aumentou a lista dos governantes que rechaçaram a atitude de Donald Trump de retirar os Estados Unidos do Acordo de Paris.

    O político do Partido Revolucionário Institucional afirmou por meio do seu Twitter que o "México mantém seu respaldo e compromisso com o Acordo de Paris para deter os efeitos das mudanças climáticas globais".

    Pouco depois, um comunicado conjunto do Ministério das Relações Exteriores e do Ministério do Meio Ambiente também afirmou que as mudanças climáticas são um fato "incontroverso".

    "As ações para travar as mudanças climáticas são um imperativo moral", diz o comunicado.

    Mais:

    Merkel liga para Trump e expressa 'desaprovação' após saída do Acordo de Paris
    Confirmado: Trump anuncia que EUA estão fora do Acordo de Paris
    Decisão oficial dos EUA quanto a saída do Acordo de Paris será anunciada hoje
    Por que saída dos EUA do Acordo de Paris deve preocupar o mundo?
    Parlamento Europeu manifesta preocupação com possível retirada dos EUA do Acordo de Paris
    Mídia: Trump decide abandonar Acordo de Paris sobre mudança climática
    Putin: 'Cooperação na Síria com Paris acabou sem ter começado'
    Tags:
    Donald Trump, Enrique Peña Nieto
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik