23:32 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O porta-aviões nuclear norte-americano USS Carl Vinson da classe Nimitz foi construído em 1975. Foi lançado à água em 1980 e comissionado dois anos depois. O navio foi nomeado em homenagem a um senador do estado da Geórgia, para assinalar sua contribuição para a Marinha dos EUA. Desde 2009, se tornou o navio-almirante do grupo 1 de ataque de porta-aviões (Carrier Strike Group 1) da Marinha dos EUA. Além das suas operações numerosas, o porta-aviões também figurou em 2001 no filme Atrás das Linhas Inimigas, realizado por Owen Wilson e Gene Hackman

    EUA enviam novo porta-aviões para o Pacífico para dissuadir Coreia do Norte

    © REUTERS / Yonhap
    Mundo
    URL curta
    24811

    Marinha dos EUA realiza exercícios com as forças do Japão e Coreia do Sul desde abril na península coreana.

    Meios de comunicação dos EUA destacaram que "é raro que em tempo de paz a Marinha dos Estados Unidos implante três porta-aviões na mesma região". 

    Segundo a imprensa norte-americana, o porta-aviões Nimitz irá juntar-se aos porta-aviões Ronald Reagan e Carl Vinson.

    Anteriormente, a Marinha dos Estados Unidos havia anunciado que o grupo composto pelo porta-aviões Nimitz e os navios de guerra Shoup Kidd seriam implantados no Pacífico pela primeira vez desde 2013.

    Em abril, um grupo naval dos EUA encabeçado pelo porta-aviões nuclear USS Carl Vinson chegou à península Coreana. Durante seu percurso no mar do Japão (mar do Leste), o porta-aviões participou de treinamentos conjuntos com as forças de autodefesa aérea do Japão e, depois, com a Marinha da Coreia do Sul. Foi também informado que o grupo naval permanecerá nas águas da península Coreana por tempo indefinido para participar de operações conjuntas com a Coreia do Sul. 

     

    Mais:

    Coreia do Norte promete reduzir EUA a cinzas
    EUA descartam solução militar contra Coreia do Norte em estratégia da era Obama
    Coreia do Norte promete maior capacidade nuclear e chama esforço dos EUA de 'farsa'
    Tags:
    dissuasão, porta-aviões, conflito, Marinha dos EUA, Pacífico, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar