23:28 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Tenente-general Micahel Flynn e Donald Trump

    Trump é acusado de pedir o fim da investigação sobre laços entre Flynn e Rússia

    © AP Photo/ John Locher
    Mundo
    URL curta
    1536

    A Casa Branca negou as acusações dizendo que "Trump nunca pediu o fim da investigação envolvendo o tenente-general Flynn".

    Em mais um capítulo da guerra de informações entre a mídia norte-americana e o presidente Donald Trump, o jornal The New York Times publicou nesta terça-feira uma notícia de que o líder dos EUA teria pedido ao então diretor do FBI, James Comey, para encerrar a investigação sobre os laços entre o ex-conselheiro de Segurança Nacional, Michael Flynn, e a Rússia. A publicação cita fontes que teriam lido um memorando de Comey sobre o caso.

    "Eu espero que você deixe isso pra lá", teria dito Trump a Comey, de acordo com fontes que leram o memorando, citadas pela publicação. 

    Posteriormente, a Casa Branca negou as acusações dizendo que "Trump nunca pediu o fim da investigação envolvendo o General Flynn". 

    "Enquanto o presidente manifestou repetidamente a sua visão de que Flynn é um homem honesto que serviu e protegeu o nosso país, o presidente nunca pediu ao Sr. Comey ou qualquer outra pessoa para pôr fim a qualquer investigação, incluindo a investigação envolvendo o tenente-general Flynn", diz o comunicado da Casa Branca.  

    Flynn foi afastado do cargo depois de se verificar que ele havia mentido para o vice-presidente Mike Pence sobre suas conversas com o embaixador russo nos EUA, Sergei Kislyak, levantando suspeitas sobre os seus laços com Moscou.

    Mais:

    Trump diz que tem direito a trocar informações com a Rússia
    Casa Branca: Relatos de que Trump revelou informações secretas a Lavrov são falsos
    Mídia: Trump revelou informações secretas à Rússia em reunião na Casa Branca
    Ex-chefe do Pentágono: com Trump, relações entre Moscou e Washington apenas pioraram
    Tags:
    investigação, The New York Times, FBI, Sergei Kislyak, Michael Flynn, James Comey, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik