11:19 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Um complexo de defesa antiaérea do Exército Popular da Coreia é visto durante o desfile dos 105 anos de nascimento de Kim Jong-il

    EUA estão dispostos a dialogar com Coreia do Norte, mas só com fim dos testes de mísseis

    © Sputnik/ Ilia Pitalev
    Mundo
    URL curta
    3878

    A embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley, declarou nesta terça-feira (16) que o país está disposto a estabelecer um diálogo com a Coreia do Norte, mas apenas se Pyongyang interromper os testes nucleares e de mísseis.

    "Nós estamos prontos, mas somente quando observarmos a plena interrupção do processo nuclear ou de qualquer teste", informou Haley durante reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre a Coreia do Norte. 

    A diplomata também afirmou que os EUA estão considerando o endurecimento das sanções contra a Coreia do Norte após o mais recente teste de mísseis

    "Queremos rever as sanções existentes e considerar sanções mais duras", destacou Haley antes da reunião do Conselho de Segurança da ONU.

    Na última segunda-feira a Casa Branca fez um apelo para que a Rússia e a China usem sanções para pressionar a Coreia do Norte em resposta ao seu último teste de míssil realizado durante o fim de semana.

    Mais:

    EUA pedem que Rússia e China 'façam o possível' para responder à Coreia do Norte
    Novo presidente da Coreia do Sul pode se tornar uma dor de cabeça para os EUA?
    Coreia do Norte reafirma que está determinada a lutar contra os EUA
    Ataque dos EUA contra Coreia do Norte teria consequências cataclísmicas, diz embaixador
    Tags:
    mísseis, diálogo, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Nikki Haley, Coreia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik