13:28 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Manifestantes da oposição em confronto com a polícia durante a chamada mãe de todas as marchas contra o presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, em Caracas

    35 pessoas morreram em um mês de protestos na Venezuela

    © REUTERS/ Marco Bello
    Mundo
    URL curta
    319103

    O número de mortes em um mês de intensos protestos na Venezuela, iniciados em 4 de abril, chegou a 35 pessoas. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (4) pela Procuradoria-Geral do país.

    Entre as vítimas fatais estão quatro adolescentes, além de um oficial da guarda nacional e um policial. O número de feridos durante as manifestações é de 717.

    O Ministério Público venezuelano diz que agora todos os casos de mortes e ferimentos serão investigados com o auxílio de especialistas criminais e de balística.

    Os protestos começaram após a decisão do Supremo Tribunal Federal limitar severamente o poder da oposição da Assembleia Nacional. A decisão foi derrubada, mas simpatizantes da oposição foram às ruas exigindo a renúncia dos membros do tribunal e exigindo eleições antecipadas.

    Mais recentemente os protestos se intensificaram contra a convocação da Assembléia Constituinte pelo governo de Maduro. Oposicionistas consideram a medida uma tentativa de alterar a Constituição.


    Mais:

    Crise na Venezuela: fenômeno estrutural ou sintoma da queda esquerdista?
    Jovem morre e 160 ficam feridos em protestos da oposição na Venezuela
    OEA planeja reunião para fechar posição sobre Venezuela
    Forças Armadas da Venezuela encontram helicóptero que desapareceu no Amazonas em 2016
    Tags:
    Assembleia Constituinte, oposição, mortos, protestos, Nicolas Maduro, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik