23:46 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Ministra da Defesa alemã Ursula von der Leyen

    Para quem Trump enviou aviso ao atacar Síria? Ministra da Defesa alemã responde

    © AFP 2019 / THIERRY CHARLIER
    Mundo
    URL curta
    Ataque norte-americano contra base aérea síria (82)
    281564
    Nos siga no

    Não foi por acidente que o presidente dos EUA, Donald Trump, ordenou atacar a base síria após se encontrar com o presidente chinês, Xi Jinping, informa a Deutsche Welle, citando opinião da ministra da Defesa da Alemanha, Ursula von der Leyen.

    Segundo a ministra, o Estado vizinho da China — Coreia do Norte — é governado pelo homem mais perigoso, mais perigoso do que o líder sírio, Bashar Assad, além disso, Pyongyang possui arma nuclear. Ao atacar a base aérea síria de Shayrat, Donald Trump fez com que o presidente chinês entenda que a China é o último país capaz de refrear Kim Jong-um através de meios políticos, explica von der Leyen à Deutsche Welle.

    O secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, também se referiu ao ataque à base síria como advertência para países tais como Coreia do Norte.

    Anteriormente, o especialista político, Ralph Winny, declarou à Sputnik que Trump se aproveitou dessa situação para pressionar Pequim. Segundo o especialista, Trump "queria dar-lhe a entender que se a China não ajudar, EUA vão atuar sozinhos".

    Os Estados Unidos lançaram pelo menos 59 mísseis de cruzeiro na madrugada de 6 para 7 de abril contra um aeródromo sírio próximo à cidade de Homs. O ataque seria uma resposta de Trump às denúncias de uso de armas químicas proibidas pelo governo sírio, responsável pela morte de 100 pessoas na terça-feira.

    Tema:
    Ataque norte-americano contra base aérea síria (82)

    Mais:

    Ali Khamenei: EUA cometeram erro estratégico ao atacar a Síria
    Missão conjunta dos EUA e República Tcheca sobrevoará território russo
    Militares russos realizarão voos de observação nos EUA e no Canadá
    EUA: responsabilidade de Assad pelo ataque químico é provada por materiais secretos
    Secretário de Estado dos EUA: 'Ataque com mísseis é mensagem para outros países'
    Tags:
    armas nucleares, resistência, sinal, aviso, base aérea, ataque, shayrat, Ministério da Defesa, Bashar Assad, Kim Jong-un, Rex Tillerson, Donald Trump, Xi Jinping, Ursula von der Leyen, Pyongyang, Síria, Coreia do Norte, China, EUA, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar