10:10 08 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Conselho de Segurança da ONU

    Conselho de Segurança da ONU promete 'medidas significativas' contra Coreia do Norte

    © AP Photo / Frank Franklin II
    Mundo
    URL curta
    43310
    Nos siga no

    Após reunião de emergência convocada mais cedo devido ao lançamento de mísseis norte-coreanos em direção ao Japão, o Conselho de Segurança da ONU divulgou comunicado em que condena "fortemente" o teste balístico da Coreia do Norte e alerta para "possíveis medidas significativas" caso Pyongyang não interrompa seus testes nucleares e balísticos.

    A reunião foi convocada pelo Japão, Coreia do Sul e Estados Unidos.

    O comunicado diz ainda que as atividades norte-coreanas para desenvolver sistemas capazes de carregar armas nucleares violam as resoluções e elevam as tensões mundiais. O Conselho pediu a todos os membros da ONU que implemente as seis sanções adotadas desde 2006 pelo órgão.

    As reações dentro do órgão, porém, não são uníssonas ao menos entre os membros permanentes. Destacando que a reunião era uma "iniciativa importante", o chefe do Comitê internacional do Conselho da Federação Russa, Konstantin Kosachev, defendeu cautela ao tomar sanções, já que ainda não há consenso sobre o tipo de míssil testado e dos resultados do teste.

    Já o Departamento da Defesa dos Estados Unidos foi mais duro nas declarações. O porta-voz da entidade, Jeff Davis, classificou o teste como "uma clara e grave ameaça à nossa segurança nacional" e prometeu "dissuadir e liquidar as ameaças aos nossos territórios e os dos nossos aliados".

    Mais:

    Coreia do Norte anunciou ter realizado com sucesso um teste de míssil balístico
    EUA usarão dissuasão para impedir hostilidades da Coreia do Norte
    Coreia do Sul determina tipo de míssil norte-coreano lançado em direção ao Japão
    Tags:
    Comitê Internacional do Conselho da Federação, Organização das Nações Unidas, Departamento de Defesa dos EUA, Conselho de Segurança da ONU, Jeff Davis, Konstantin Kosachev, Estados Unidos, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar