03:53 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    A residência oficial do presidente norte-americano, Casa Branca, Washington

    Departamento de Justiça dos EUA vai recorrer contra suspensão do decreto antiterrorista

    © Sputnik/ Natalia Seliverstova
    Mundo
    URL curta
    542422

    O Departamento de Justiça dos EUA vai emitir uma suspensão de emergência de uma ordem judicial federal para defender o decreto que restringe a imigração no país. A informação foi divulgada pela Casa Branca nesta sexta-feira (3) em um comunicado de imprensa.

    "O Departamento de Justiça pretende, o mais cedo possível, arquivar a suspensão de emergência desta ordem e defender a ordem executiva do Presidente, que acreditamos ser lícita e apropriada. A ordem do presidente destina-se a proteger a pátria e possui autoridade constitucional e a responsabilidade de proteger o povo americano", diz o comunicado.

    Decreto do presidente dos EUA, Donald Trump, que visa "impedir a entrada de terroristas estrangeiros nos EUA" foi temporariamente suspenso por uma liminar nesta sexta-feira (3).

    Trump assinou no dia 27 de fevereiro uma ordem executiva para impedir a entrada de refugiados nos Estados Unidos por 120 dias. Por tempo indeterminado, ele também suspendeu a acolhida aos refugiados sírios, e ainda restringiu a imigração do Irã, do Iraque, da Líbia, da Somália, do Sudão e do Iêmen, todos países de maioria muçulmana.

    A Casa Branca defendeu a ordem executiva como necessária para proteger os Estados Unidos contra extremistas islâmicos.

    Mais:

    Batalha judicial: Decreto de Trump é temporariamente suspenso por juiz de Seattle
    Obama vs Trump: 7 guerras e um decreto
    EUA negaram entrada a 720 pessoas de 7 países após decreto de Trump
    Trump demite procuradora-geral após desafio ao seu decreto antiterrorismo
    Tags:
    antiterrorismo, decreto, imigração, refugiados, Departamento de Justiça dos EUA, Casa Branca, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik