20:47 21 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Grafiti patriótico relacionado à reintegração da Crimeia à Rússia

    Preço alto: EUA só retiram sanções se Rússia devolver Crimeia

    © Sputnik/ Artem Zhitenev
    Mundo
    URL curta
    2525720562

    Os Estados Unidos irão manter as sanções contra a Rússia relacionadas à Crimeia até que Moscou devolva o controle da península à Ucrânia. A declaração é da embaixadora norte-americana na ONU, Nikki Haley.

    "Os Estados Unidos continuam condenando e pedindo o fim imediato da ocupação russa na Crimeia; Crimeia é uma parte da Ucrânia, nossas sanções relacionadas com a Crimeia serão mantidas em vigor até que a Rússia devolva o controle da península à Ucrânia", disse Haley.  

    O Conselho de Segurança da ONU realizou nesta quinta-feira (2) uma reunião aberta sobre a situação no leste da Ucrânia. 

    A Crimeia se tornou parte da Federação Russa após a realização de um referendo, em março de 2014, no qual 96,77% da população da região se manifestaram à favor da reintegração com a Rússia.

    A incorporação da península à Federação Russa foi o principal motivo para a deterioração das relações entre Moscou e os países do Ocidente. 

    Mais:

    Crimeia pede ao Ocidente para impedir provocação de conflito fronteiriço por Kiev
    EUA nunca aceitarão a 'anexação' da Crimeia pela Rússia, diz a Ucrânia
    General ucraniano sugere sacrificar Sevastopol para poder recuperar Crimeia
    Líderes da Rússia, China e EUA são convidados a Crimeia para desenhar novo mundo
    Tags:
    sanções, condição, ONU, Nikki Haley, Crimeia, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik