11:52 26 Março 2017
Ouvir Rádio
    Grafiti patriótico relacionado à reintegração da Crimeia à Rússia

    Preço alto: EUA retiram sanções se Rússia devolver Crimeia

    © Sputnik/ Artem Zhitenev
    Mundo
    URL curta
    2505646561

    Os Estados Unidos irão manter as sanções contra a Rússia relacionadas à Crimeia até que Moscou devolva o controle da península à Ucrânia. A declaração é da embaixadora norte-americana na ONU, Nikki Haley.

    "Os Estados Unidos continuam condenando e pedindo o fim imediato da ocupação russa na Crimeia; Crimeia é uma parte da Ucrânia, nossas sanções relacionadas com a Crimeia serão mantidas em vigor até que a Rússia devolva o controle da península à Ucrânia", disse Haley.  

    O Conselho de Segurança da ONU realizou nesta quinta-feira (2) uma reunião aberta sobre a situação no leste da Ucrânia. 

    A Crimeia se tornou parte da Federação Russa após a realização de um referendo, em março de 2014, no qual 96,77% da população da região se manifestaram à favor da reintegração com a Rússia.

    A incorporação da península à Federação Russa foi o principal motivo para a deterioração das relações entre Moscou e os países do Ocidente. 

    Mais:

    Crimeia pede ao Ocidente para impedir provocação de conflito fronteiriço por Kiev
    EUA nunca aceitarão a 'anexação' da Crimeia pela Rússia, diz a Ucrânia
    General ucraniano sugere sacrificar Sevastopol para poder recuperar Crimeia
    Líderes da Rússia, China e EUA são convidados a Crimeia para desenhar novo mundo
    Tags:
    sanções, condição, ONU, Nikki Haley, Crimeia, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik

    Todos os comentários

    • eoliver900
      Falta os eua.pagar a impagavel divida para com a china,que estar a mais de 220 trilhoes.
      Isso sim e que uma falência,bem notavel,sendo a china a primeira economia mundial,e a russia com toda difilculdade, primeira potencia belica mundial e tecnologica.
      O sr.presidente Putin já disse,a crimeia e parte da federaçao russa,e nao faz parte de barganha,nem que pra isso,o mundo exploda.
    • almeidairineu
      Pelo visto as sanções vão continuar e a Rússia ficará isoladoa, por que digo isso? A Rússia jamais devolverá aquilo que pertence a eles por laços históricos e lógico saída pro oceano atlântico ou será que fugir da aula de geografia mais mesmo que errado geográficamente tudo isso é por causa da ordem mundial a Rússia e outros países estão atrapalhando tal ordem, pelo que pouco sei parece que os envolvidos não vão aceitar um não como resposta é toda essa mobilização do ocidente na Europa , balcãs e próximo as fronteiras Russas não é outra coisa senão planos , planos... Que já foram mostrados em desenhos animados do perna longa e do pato dark....
    • eoliver900
      Almeidairineu,que bom que tem pessoas bem sensata em seus comentarios, parabéns.
      Em relaçao a nova ordem,a reciproca e verdadeira.mais segundo as escrituras,as coisas a de se cumprir.
    • avatar
      smbsalgado
      ". . . Os Estados Unidos irão manter as sanções contra a Rússia relacionadas à Crimeia até que Moscou devolva o controle da península à Ucrânia. . . . ". Penso que a RÚSSIA deveria devolver a piada na mesma moeda. ___ Sim, devolveria a CRIMEIA qdo o Sargento Garcia prender o Zorro____ .
    • raissab24
      Nova guerra fria...
    • avieirafilho
      O que não dá p'ra entender é como o EUA quer se meter numa brigado de quem é de dentro da Federação Russa como se eles fosse parte da Federação Russa, também. É muita arrogancia e prepotencia de um país que necessita da simpatia mundial.
    • avieirafilhoem resposta aeoliver900(Mostrar comentárioEsconder comentário)
      eoliver900, o que eu acho mais abusado é o EUA se olocar como o "dono-da-bola" quando a bola deles está murcha. Que coisa é essa, rapaz? Será que esses cara não se tocam, não?
    • avatar
      Eduardo Antonio De Moura
      Trump está certo e é claro que ele e todos os EUA devem esperar que a Rússia devolva a Criméia à Ucrânia.
      Mas como tudo depende de RECIPROCIDADE, é óbvio também que não só Putin e a Rússia mas todo o mundo que não pertence à OTAN também esperam que os EUA devolvam todas as terras roubadas ao México; devolvam o Alaska à Rússia em troca de US$ 10 milhões; que os EUA desocupem as centenas de bases militares com as quais invadem inúmeros países mais fracos pelo mundo a fora; que a Inglaterra devolva aa Irlanda do Norte, a Escócia, o País de Gales, Gibraltar, Malta e as Malvinas aos seus legítimos donos; que a Polônia devolva todas as terras tomadas da Alemanha; que o Paquistão e o Bangladesh sejam devolvidos à índia; Taiwan à China; que a Coréia seja unificada; que todas as tropas estrangeiras deixem o Oriente Médio; e finalmente que Israel devolva TODO O SEU TERRITÓRIO aos PALESTINOS.
      Claro que a França devolveria a Guiana ao Brasil, o mundo seria mais justo, todos viveriam em paz e não se falaria mais nisto!
      E os EUA de Trump encampariam e liderariam esta campanha mundial pelas devoluções...
      Que tal?
      Não seria O MAIS... J U S T O ?
      Ou na verdade mesmo, nem Trump e muito menos toda a OTAN e seus escravos estão interessados em qualquer tipo de "justiça"?
    Mostrar comentários novos (0)