05:54 23 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras de União Europeia e dos EUA

    Premiê da França exorta UE a deixar de 'ingenuidade' e revidar protecionismo dos EUA

    © AFP 2019 / GEORGES GOBET
    Mundo
    URL curta
    15182

    A União Europeia (UE) deveria ser capaz de proteger as suas indústrias e as suas fronteiras se os EUA optarem por concentrarem-se em si mesmos com as políticas protecionistas defendidas pelo presidente Donald Trump, defendeu nesta quinta-feira (26) o premiê da França, Bernard Cazeneuve.

    "Se a abordagem dos EUA consiste em retirar e defender os interesses das suas indústrias através do protecionismo (…), temos de responder adequadamente, deixando para trás uma forma de ingenuidade e angelismo, [com] a União Europeia podendo dizer, com autoridade plena, quais são nossas indústrias de destaque", disse Cazeneuve em discurso no Senado francês.

    Segundo o primeiro-ministro, os pronunciamentos feitos por Trump durante sua campanha e depois de assumir o cargo, no que diz respeito ao assunto, são "surpreendentes" e "preocupantes".

    Cazeneuve também sublinhou a importância de o continente europeu ter a capacidade de se proteger por conta própria, inclusive com o controle de suas fronteiras.

    Após a inauguração de Trump, os EUA adotaram a política comercial “America First” ("EUA primeiro”), que se concentrará em trazer empregos e investimentos para o país. Trump também determinou o mesmo slogan para a política externa, prometendo se concentrar em questões de segurança nacional.

    Na segunda-feira (21), Trump assinou uma ordem executiva retirando os Estados Unidos do tratado de livre comércio da Parceria Transpacífico (TPP), que reunia 12 países da região do Pacífico, e prometeu renegociar o Tratado de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA), com o México e o Canadá. 

    Os planos para o Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP), entre os EUA e a UE, podem ser os próximos a serem descartados pela nova Administração norte-americana.

    Trump também disse pode reconsiderar a contribuição dos EUA para a OTAN.

    Mais:

    Chile propõe acordos bilaterais com membros do TPP, China e Coreia do Sul
    México começará negociações bilaterais do TPP imediatamente após retirada dos EUA
    Putin sobre TTIP: blocos regionais devem respeitar normas universais
    Propostas vazadas mostram que TTIP minará política verde da UE
    Tags:
    Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP), Acordo de Parceria Transpacífico (TPP), livre comércio, acordos, empregos, indústrias, protecionismo, ingenuidade, Nafta, Bernard Cazeneuve, Donald Trump, Europa, União Europeia, França, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar