07:17 31 Março 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    262
    Nos siga no

    O presidente eleito dos EUA, Donald Trump, declarou que a prioridade das forças armadas norte-americanas será o combate ao grupo terrorista Daesh, mas não quis apresentar detalhes.

    Quando perguntado, durante uma entrevista para a britânica Times e a alemã Bild, sobre qual seria a prioridade das forças armadas norte-americanas, Trump respondeu: “Daesh”.

    No entanto, o presidente eleito não quis revelar os detalhes nem os planos, quando solicitado pelos jornalistas.

    “Eu não direi isso, não quero ser como Obama ou outros”, disse Trump, citando a operação da coalizão internacional em Mossul.

    “Nós anunciamos com quatro meses de antecedência que pretendíamos atacar Mossul. E eu disse, por que vocês estão avisando sobre isso?”, reclamou o político.

    Segundo Trump, a operação em Mossul está sendo uma catástrofe. “Porque nós avisamos com cinco meses de antecedência que entraríamos em Mossul. Quatro meses depois dissemos que estamos nós preparando. E quando entramos, muita coisa sobre isso já tinha sido dita, por isso foi difícil tomar a cidade”, explicou a sua posição o presidente eleito. 

    A operação para libertação de Mossul do domínio do Daesh, no norte do Iraque, está em curso desde outubro de 2016.

    Mais:

    John Kerry diz ter esperança que Trump compareça a negociações de paz na Síria
    Representante de Trump nega planos de reunião com Putin na Islândia
    Opinião: O que a Rússia espera de Trump?
    Pentágono elabora uma série de propostas inéditas a Trump para reforçar combate ao Daesh
    Tags:
    terrorismo, The Times, Daesh, Donald Trump, Mossul, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar