15:51 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon discursa durante uma conferência sobre mudanças climáticas COP21 em Paris

    Ban Ki-Moon reconhece que ONU falhou na Síria

    © AFP 2017/ THOMAS SAMSON
    Mundo
    URL curta
    211043111

    Durante a sua última entrevista coletiva como secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon afirmou que a organização internacional falhou totalmente na Síria.

    "De hoje em adiante, Aleppo é sinônimo de 'inferno'", disse.

    "Todos nós frustramos as expetativas do povo sírio. A paz apenas triunfará quando for acompanhada por compaixão, justiça e responsabilidade pelos crimes repugnantes", acrescentou Ban Ki-Moon.

    Mais cedo, na sexta-feira (16), o Exército Árabe Sírio terminou a libertação dos quarteirões orientais de Aleppo, o que criou condições para a regularização pacífica do conflito na Síria, afirmou o chefe de Operações do Estado-Maior, tenente-general Sergei Rudskoi.

    O representante permanente da Rússia na sede da ONU em Genebra, Alexei Borodavkin, por sua vez, frisou que após a libertação de Aleppo a Rússia espera que as organizações humanitárias da ONU empreendam ações profissionais e despolitizadas visando ajudar os habitantes da cidade.

    Mais:

    Residentes de Aleppo relatam experiências vividas durante a ocupação terrorista
    Jornalista destaca histeria da mídia do Ocidente em torno da situação em Aleppo oriental
    Sem acordo, 'Idlib será a próxima Aleppo', alerta enviado da ONU para a Síria
    Tags:
    Guerra Civil Síria, Exército Árabe Sírio, ONU, Sergei Rudskoi, Ban Ki-moon, Síria, Aleppo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik