22:18 10 Dezembro 2016
Ouvir Rádio
    Barris de petróleo

    Acordo da OPEP terá duração de seis meses, com possibilidade de prorrogação

    © flickr.com/ Carsten ten Brink
    Mundo
    URL curta
    0 21310

    O acordo da OPEP para a redução dos níveis de produção de petróleo até o nível de 32,5 milhões de barris por dia, que entrará em vigor a partir de janeiro de 2017, terá a duração de seis meses, com possibilidade de prorrogação até o fim do ano.

    Além disso, a organização acredita na possibilidade de um acordo com demais países produtores de petróleo para redução da produção em mais de 600 mil barris diários, segundo informou o presidente da OPEP e ministro da Energia do Catar, Mohammed Saleh al-Sada

    O acordo, celebrado pela OPEP nesta quarta-feira, contempla a redução de 1,2 milhões de barris de petróleo produzidos diariamente a partir de 2017, até o nível de 32,5 milhões de barris. Além disso, segundo alisada, os signatários do acordo contam com a redução de 600 mil barris diários na produção de países que não fazem parte do cartel. A Rússia já concordou reduzir a produção em 300 mil barris diários.  

    “O acordo da OPEP sobre produção de petróleo valerá por seis meses. Após os primeiros seis meses nós avaliaremos a questão. O acordo prevê a possibilidade de prorrogação por mais seis meses adicionais”, explicou o presidente da organização.

    “No dia 25 de maio faremos uma nova reunião, na qual o comitê apresentará um relatório para a revisão do acordo. A nossa intenção é prorrogar o acordo por mais seis meses”, completou o ministro do Catar. 

    Mais:

    OPEP planeja reunir-se com demais países produtores de petróleo em Doha
    Venezuela quer discutir acordo sobre petróleo com Putin
    Putin: ‘congelamento de produção de petróleo não é um problema’
    Tags:
    redução, produção, petróleo, OPEP, Mohammed al-Sada
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik

    Em foco