04:26 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Lança-mísseis das forças armadas ucranianas nas proximidades de Kramatorsk, no leste da Ucrânia. Em 6 de março de 2015. REUTERS/Gleb Garanich

    Rússia exige que Ucrânia interrompa preparação de exercícios de mísseis perto da Crimeia

    © REUTERS / Gleb Garanich
    Mundo
    URL curta
    48778

    A Rússia exigiu que a Ucrânia interrompa imediatamente a convocação de seus militares para realizar exercícios de mísseis perto da Crimeia.

    "Foi entregue a Kiev um documento que inclui um protesto contra restrições ilegais sobre o uso do espaço aéreo sobre o Mar Negro nos dias 1° e 2 de dezembro, introduzidas pela Ucrânia, para realizar exercícios de disparos de mísseis", informou o Ministério da Defesa russo. 

    Segundo a pasta russa, os limites da zona perigosa declarados por Kiev infringem a fronteira russa e violam o direito internacional. 

    A Agência Federal Russa de Transporte Aéreo (Rosaviatsia) informou nesta sexta-feira (25) que a Ucrânia decidiu realizar exercícios de disparo de mísseis no espaço aéreo da Rússia perto de Crimeia.

    "A Ucrânia está violando os princípios básicos da aviação civil, que exige coordenação coordenação prévia do fechamento do espaço aéreo com os países limítrofes", disse o porta-voz da Rosaviatsia, Sergei Izvolsky, em entrevista à Rossiya-24.

    "A Rosaviatsia considera inadmissíveis as tentativas de países estrangeiros de introduzir zonas restritas para realizar exercícios de disparo de mísseis no território de um Estado soberano", enfatizou Izvolsky.

    Mais:

    Delegação da elite política turca visita Crimeia com missão importante
    Turquia desembarca em Crimeia em momento de retomada das relações com a Rússia
    Forças de segurança da Crimeia revelam como foram logrados militares russos
    Tags:
    disparos, mísseis, militares, exercícios, Ministério da Defesa (Rússia), Crimeia, Ucrânia, Kiev, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik