00:48 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Empresário russo Viktor Bout, também conhecido como o 'senhor das armas', que cumpre pena de prisão de 25 anos nos EUA

    'Senhor das armas' russo comenta nova decisão da corte dos EUA sobre seu caso

    © AFP 2019 / Nicolas Asfouri
    Mundo
    URL curta
    837
    Nos siga no

    O empresário russo Viktor Bout, condenado nos EUA a 25 anos de prisão por tráfico de armas, declarou não ter ficado surpreso com a nova recusa da corte americana em rever o seu caso.

    Esta semana, o Tribunal de Apelações dos EUA, em Nova York, rejeitou o mais recente pedido de revisão do caso apresentado pela defesa de Bout. Seu advogado, no entanto, acredita que nem tudo está perdido e considera ainda a possibilidade de entrar com um novo recurso junto ao Supremos Tribunal dos EUA.

    "Não esperava por nenhum resultado que não fosse este. O tribunal americano é um show, uma representação. Ele sempre tem as mesmas respostas prontas e imutáveis para todos os fatos e argumentos da defesa, e essas respostas serão mantidas até que haja uma mudança na vontade política, na atmosfera política. O tribunal não pode mudar isso. É a prerrogativa dos nossos líderes supremos" – confessou Bout em entrevista à Sputnik.

    Bout foi preso em Bangkok, capital da Tailândia, em março de 2008, em uma operação organizada pela inteligência americana. Logo depois, ele foi extraditado para os EUA para ser julgado por graves violações tanto da legislação tailandesa, como da americana. Bout foi considerado culpado e condenado a 25 anos de prisão pelo crime de vender armas para ditadores e grupos rebeldes nos mais sangrentos conflitos em todo o mundo.

    A figura de Bout inspirou o personagem de Nicolas Cage no filme O Senhor das Armas, de 2005.

    Tags:
    pena, empresário russo, senhor das armas, VIktor Bout, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar