23:29 25 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Primeiro-ministro estoniano, Taavi Roivas (esquerda), e o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg (direita) após ter acordado a presença da Aliança Atlântica na base aérea de Amari, na Estônia, em novembro de 2014.

    Ministro da Defesa francês prometeu soldados e tanques para reforçar OTAN na Estônia

    © AFP 2018 / RAIGO PAJULA
    Mundo
    URL curta
    419

    O ministro da Defesa da França, Jean-Yves Le Drian, durante reunião com seu colega estoniano, Hannes Hanso, assegurou que Paris enviará 300 militares e cinco tanques para Estônia no ano que vem, informou neste sábado a assessoria de imprensa do ministério da Defesa do país Báltico.

    “A reunião dos ministros aconteceu em Halifax, no Canadá, no âmbito do fórum de segurança. Lean-Yves Le Drian, durante o encontro com Hannes Hanso, assegurou que Paris enviará 300 militares, cinco tanques Leclerc e automóveis militares da infantaria para Estônia no ano que vem”, informa o comunicado do órgão.

    Hanso lembrou que os militares estonianos e franceses participam juntos em missões de paz na África, como em Mali. “Entendemos de modo claro que, para o fortalecimento da defesa da Europa é necessário realizar uma contribuição pessoal, aumentando a presença da OTAN na região do mar Báltico, principalmente em países na fronteira oriental da aliança”, declarou Hanso.

    O batalhão da OTAN na Estônia, que será deslocado para o país na primeira metade de 2017, contará com o contingente de 1,1 mil pessoas. Farão parte da formação: 800 militares da Grã-Bretanha e 300 da França. Mais tarde, os franceses serão substituídos por tropas dinamarquesas.

    Mais:

    Presidente da Estônia diz que só visitará Rússia se aliados da OTAN aprovarem
    OTAN defende Estados Bálticos de 'inimigo imaginário' em exercícios na Estônia
    Presidentes da Lituânia e Estônia compartilham da mesma opinião sobre Rússia
    Estônia proíbe Sputnik entrar em contato com ministro da Defesa
    Tags:
    OTAN, Hannes Hanso, Jean-Yves Le Drian, França, Estônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik