20:14 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Bandeira do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico)

    Dois norte-americanos são presos na Tunísia por ligações com Daesh

    © REUTERS/ Ali Hashisho
    Mundo
    URL curta
    867991

    Dois cidadãos dos Estados Unidos teriam sido detidos no norte da Tunísia na última terça-feira (25) sob suspeita de ter ligações com o grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico, proibido na Rússia).

    Os dois suspeitos são irmãos, um de 32 e outro de 33 anos, que nasceram em Michigan e foram presos perto da fronteira argelina.

    Eles alegaram estar no país do Norte da África para estudar ciência da computação na Universidade de Jendouba, de acordo com um porta-voz do Ministério do Interior da Tunísia.

    A mídia local informou que vizinhos da região onde os irmãos alugaram uma casa alertaram à polícia sobre o comportamento suspeito dos norte-americanos.

    Uma investigação revelou que os dois homens não eram estudantes, mas recém-convertidos ao Islã que tinham materiais jihadistas em seus computadores e queriam que fosse imposta na Tunísia a lei sharia (lei islâmica). 

    Outros relatos revelaram também que seus laptops continham convocações para a Jihad e planos para explodir várias instituições.

    Mais:

    EUA pretendem treinar mais sírios para combater Daesh em Raqqa
    Sudeste Asiático poderá virar área de atuação do Daesh
    Pentágono: coalizão liderada pelos EUA prepara operação contra Daesh em Raqqa, na Síria
    Daesh assume responsabilidade por ataque que matou 59 pessoas no Paquistão
    Jornalista americano: EUA precisam combater Irã e não Daesh
    Tags:
    detidos, ligação, jihadistas, suspeitos, terroristas, Daesh, Estado Islâmico, Tunísia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik