04:20 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    606
    Nos siga no

    A primeira-ministra da Alemanha, Angela Merkel, declarou que os países da União Europeia só avaliarão aplicar sanções contra a Rússia, se a intensidade de ataques aéreos à Aleppo continuar no níveis atuais.

    “Eu penso que, somente no caso da atual intensidade de ataques aéreos permanecer, teremos motivos para pensar sobre que fazer”, declarou Merkel em coletiva de imprensa ao fim da cúpula da UE em Bruxelas.

    A chanceler mencionou ataques aéreos no contexto da “pausa humanitária” que teve início em Aleppo na manhã desta quinta-feira, dia 20 de outubro. 

    As forças aeroespaciais da Rússia e as tropas do governo sírio não estão atacando os terroristas, para permitir a saída de civis e de combatentes da cidade, através dos assim denominados corredores humanitários. Atualmente, oito corredores humanitários para evacuação da cidade estão em funcionamento. Seis para civis e dois para combatentes. Segundo o ministério da Defesa da Rússia, todos os corredores estão sofreste constantes ataques praticados por militantes terroristas.

    O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, informou nesta quinta-feira que, por determinação do presidente Vladimir Putin, a “pausa humanitária” em Aleppo foi prorrogada por mais um dia. Damasco confirmou a prorrogação.

    Mais:

    Putin, Hollande e Merkel discutem Síria, após fim da cúpula do Quarteto da Normandia
    Enviado da ONU confirma a suspensão de ataques aéreos em Aleppo
    Rússia: oposição não expulsa Frente al-Nusra de Aleppo só porque não quer
    Moscou: extremistas não deram trégua aos corredores humanitários em Aleppo
    Secretário-Geral da ONU elogia Rússia pelo cessar-fogo em Aleppo
    Tags:
    pausa humanitária, sanções, Angela Merkel, Aleppo, Síria, Rússia, UE
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar