23:58 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    445
    Nos siga no

    O último teste de mísseis da Coreia do Norte, o segundo em uma semana, reforçou a necessidade dos EUA e outros de adotar sanções adicionais por conta do program nuclear do país. A declaração é do vice-secretário de imprensa da Casa Branca, Eric Schultz, nesta quinta-feira (20).

    Na última quarta-feira (20), o Comando Estratégico dos EUA afirmou que detectou o lançamento falhado do que se presumia ser um míssil balístico de alcance intermediário Musudan. Um lançamento similar que também não teve êxito foi identificado no sábado. 

    "Isso ressalta a necessidade do Conselho de Segurança da ONU adotar sanções mais severas em resposta ao teste da Coreia do Norte em 9 de setembro", disse Schultz. 

    Anteriormente, o ministro das Relações Exteriores da Coreia do Sul, Yun Byung-se, havia declarado durante vista a Washington que os EUA e seu país iriam buscar uma nova resolução no Conselho de Segurança da ONU para fechar lacunas existentes e buscar sanções adicionais para isolar ainda mais Pyongyang

    As tensões na península coreana se intensificaram após a Coreia do Norte alegar ter explodido com sucesso uma ogiva nuclear em 9 de setembro, depois de ter detonado uma bomba de hidrogênio em janeiro.

    Mais:

    Contatos entre EUA e Coreia do Norte – nova estratégia ou caminho sem destino?
    Coreia do Norte fracassa em novo lançamento de míssil balístico
    Militares dos EUA e da Coreia do Sul treinam assassinato de líderes norte-coreanos
    China espera que resolução da ONU sobre Coreia do Norte ajude a manter a paz
    Tags:
    sanções, programa nuclear, teste nuclear, Eric Schultz, Coreia do Sul, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar