13:57 18 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    2191
    Nos siga no

    O presidente da Síria, Bashar Assad, disse que o Exército Livre da Síria não é diferente dos grupos terroristas Daesh e Frente al-Nusra.

    “Quando os terroristas chegaram na Síria, estou falando sobre o início do problema, ninguém falava sobre (Frente) al-Nusra e Daesh. Eles todos eram chamados de Exército Livre da Síria, como se fosse uma força secular, que combatia o governo e suas tropas. Na realidade porém, se recorrermos à internet, podemos ver que naquele tempo, desde as primeiras semanas, ocorriam as decapitações. Ou seja, desde o início se tratava de um movimento radical. Eles, no entanto, chamavam isso de Exército Livre”, disse o líder sírio em entrevista ao jornal russo Komsomolskaia Pravda.

    “Quando (o movimento) começou a crescer e ficou impossível continuar escondendo os crimes de decapitação, o Ocidente se viu obrigado a reconhecer a existência da (Frente) al-Nusra. Na verdade, ela que é o Exército Livre da Síria. E também Daesh. Eles possuem as mesmas raízes e se movem de região para região por diversos motivos”, afirmou Assad.

    Mais:

    Exército Livre da Síria não quer americanos participando de operações no território sírio
    'Forças nacionais' do Exército Livre da Síria podem servir de escudo para terroristas
    Exército Livre da Síria rejeita trégua em áreas específicas do país
    Tags:
    Síria, Bashar Assad, Frente al-Nusra, Exército Livre da Síria, Daesh, Guerra Civil Síria, terrorismo, entrevista
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar