15:47 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0144
    Nos siga no

    A porta-voz oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, comentou hoje (4) a proposta do alto comissário da ONU para direitos humanos, Zeid Ra'ad Al Hussein, de limitar o direito de veto de membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU nas questões relativas à Síria.

    A diplomata russa disse que declarações deste tipo extrapolam todos os limites do trabalho do secretariado da ONU e reafirmou que o veto representa um direito dos membros permanentes do Conselho de Segurança.

    “O direito de veto não trata de um privilégio, nem da questão de seu uso em interesses próprios, mas do equilíbrio de forças” – destacou Zakharova.

    A porta-voz explicou que o direito de veto foi desenvolvido e instituído durante a fundação da ONU como uma ferramenta exclusiva e “se mostrou eficiente no decorrer de 70 anos exatamente para que o mundo não perca o seu equilíbrio estratégico”.

    Mais:

    'Ações dos EUA levam à desvalorização do Conselho de Segurança da ONU'
    Temer defende reforma no Conselho de Segurança em discurso na ONU
    Moscou convoca reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU
    Tags:
    Rússia, Maria Zakharova, Ra'ad Zeid Al Hussein, Conselho de Segurança da ONU, direito, veto
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar