04:47 23 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    512
    Nos siga no

    O vídeo divulgado pela polícia de Charlotte (EUA) não mostra evidências conclusivas de que o homem negro morto por tiros de oficiais portava uma arma. A polícia, no entanto, alega que outras evidências mostram que possuía.

    O vídeo divulgado pela polícia de Charlotte (EUA) não mostra evidencias conclusivas de que o homem negro morto por tiros de oficiais portava uma arma. A polícia, no entanto, alega que outras evidências mostram que possuía. 

    "Os vídeos não mostra evidências fortes de que o Sr.Scott possuía uma arma em suas mãos. Mas outras evidências da cena provam isso", afirmou a polícia em seu Twitter. 

    O chefe de polícia de Charlotte havia declarado neste sábado que divulgaria o vídeo da câmera de corpo do policial que mostra o tiroteio que resultou na morte de um homem negro durante a semana.

    Após o incidente, intensos protestos tomaram conta das ruas de Charlotte exigindo a divulgação do vídeo registrado pela polícia. O governo da Carolina do Norte cedeu à pressão e pediu a liberação do vídeo.

    A morte de Keith Scott, de 43 anos, foi mais um dos contínuos episódios de morte de negros pelas forças policias norte-americanas.  

     


    Mais:

    Polícia de Charlotte vai divulgar vídeo de homem morto por oficiais
    Militares patrulham as ruas de Charlotte em quarta noite de protestos
    Carolina do Norte declara estado de emergência por protestos em Charlotte
    Tags:
    vídeo, morte, tiroteio, polícia, Charlotte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar