18:43 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    328
    Nos siga no

    A candidata à presidência dos EUA pelo Partido Democrata, Hillary Clinton, declarou que a possível interferência de Moscou nas eleições norte-americanas representam uma ameça séria.

    Segundo Clinton, o presidente russo, Vladimir Putin, e seus assessores estão propensos a acreditar que eles vão obter algum benefício se eles conseguirem influenciar o resultado da votação.

    Ela frisou que a "ameaça" deve ser eliminada de forma "rápida e segura'. 

    A revista Washington Post havia informado anteriormente que os serviços de inteligência americanos estão procurando pistas de operações de inteligência russas nos Estados Unidos.

    O porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, disse que as acusações contra Moscou são "completamente infundadas". Vladimir Putin, em uma entrevista à agência de notícias Bloomberg, também negou relatos de que exista interferência russa no curso das eleições americanas.

    Mais:

    Putin: EUA são um dos principais parceiros da Rússia na área de segurança
    Moscou: Rússia e EUA estão prestes a fechar acordo sobre Síria
    Rússia e EUA podem anunciar cessar-fogo em Aleppo
    Moscou explica recusa dos EUA em reconhecer eliminação de líder do Daesh pela Rússia
    Tags:
    ameaça, eleições, Dmitry Peskov, Vladimir Putin, Hillary Clinton, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar