18:45 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, e presidente da Rússia, Vladimir Putin

    Poroshenko se queixa por não conseguir telefonar para Putin

    © AFP 2017/ POOL / ALEXANDER ZEMLIANICHENKO
    Mundo
    URL curta
    161

    A Administração presidencial ucraniana e o próprio Pyotr Poroshenko não conseguiram entrar em contato com líder russo Vladimir Putin ou representantes do Kremlin após informações de prevenção de ataques terroristas na Crimeia.

    Poroshenko havia instruído o Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia para organizar uma conversa por telefone com Putin.

    "Informamos que após as acusações infundadas russas sobre a Ucrânia supostamente realizar operações de sabotagem nas conversações oficiais da Crimeia ocupada, não houve conversações oficiais entre o presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, e o presidente russo, Vladimir Putin. Também não houve contatos oficias em 7 de agosto de 2016 entre a administração do presidente da Ucrânia e da Rússia", afirmou a administração do Presidente da Ucrânia.

    No dia 10 de agosto, o Serviço de Segurança da Rússia informou ter evitado atos de sabotagem junto à fronteira que separa a Crimeia da Ucrânia, organizados pela Direção Principal de Inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia. Durante a detenção foram mortos dois militares russos.


    Mais:

    Poroshenko exige propostas da chancelaria para criar 'mecanismo de desocupação' da Crimeia
    Putin chamou atenção de Merkel e Hollande para provocações de Kiev na Crimeia
    Poroshenko acha 'extremamente difícil' recuperar Crimeia e Donbass
    'Kiev tentou cometer atentados na Crimeia para não cumprir os Acordos de Minsk'
    Tags:
    Kremlin, Vladimir Putin, Pyotr Poroshenko, Crimeia, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik