04:36 18 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    1100
    Nos siga no

    O Ministério das Relações Exteriores russo condenou os atos de vandalismo contra os túmulos de soldados soviéticos na Polônia, atos de deboche que se tornaram prática comum na Polônia. A declaração foi divulgada no site oficial da chancelaria

    "Indignados com a campanha em curso na Polônia contra os memoriais soviéticos relacionados com o período da Segunda Guerra Mundial. No final de julho e início de agosto foi duas vezes profanado o cemitério de soldados do Exército Vermelho em Kielce (Swietokrzyskie)", afirma a diplomaciar russa. 

    De acordo com o ministério, ao contrário do que as obrigações estabelecidas no acordo de 1994 entre os Governos dos dois países sobre lugares de memória das vítimas de guerra, as autoridades polacas não tem informado o lado russo sobre as ações "bárbaras". 

    A chancelaria chamou a atenção de que que "as repetidas declarações da Polônia sobre a proteção nos cemitérios de soldados e oficiais do Exército Vermelho na verdade são indefensáveis".

    "Há uma escalada na atmosfera do país de histeria anti-russa, promovida por vândalos que não têm medo das consequências de suas ações em relação aos locais memoriais soviéticos", frisa a chancelaria russa.

    Mais:

    Caçadores de tesouro relançam busca pelo 'trem do ouro' nazista na Polônia
    Mídia esclarece destino do piloto do avião russo interceptado na Polônia
    Polônia intercepta avião russo em seu espaço aéreo
    Polônia apoia adesão de Montenegro à OTAN
    Papa tropeça durante missa na Polônia - vídeo
    Tags:
    vandalismo, Segunda Guerra Mundial, União Soviética, Polônia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar