19:40 17 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Cidade síria de Aleppo após bombardeamentos, 2 de maio 2016

    Rússia não planeja iniciar ataques em Aleppo

    © AFP 2019 / Karam Al-Masri
    Mundo
    URL curta
    Síria depois de Palmira (73)
    680
    Nos siga no

    A Rússia não planeja lançar ataques contra a cidade síria de Aleppo, onde está realizando uma operação humanitária, afirmou nesta quarta (3) o vice-chanceler russo Sergei Ryabkov em uma entrevista à RIA Novosti.

    Ele denunciou isso como "interpretações absolutamente falsas" das ações russas.

    "Não se planeja nem uma ofensiva de tropas sírias e nem ataques do grupo da Força Aeroespacial russa contra Aleppo", disse ele.

    Ele observou que os únicos objetivos prosseguidos pela Rússia são "resolver os problemas humanitários da população em Aleppo e criar condições para ampliar a cessação das ações de combate".

    Em 28 de julho, a Rússia e a Síria lançaram uma operação humanitária em Aleppo, a segunda maior cidade do país e palco de intensos combates nos últimos meses. 

    Inicialmente estava previsto que no leste da cidade seriam criados três corredores para que civis e rebeldes desarmados puderem deixar a cidade, além de um quarto corredor no norte para a saída de insurgentes armados.

    Mais tarde, foi anunciada a abertura de quatro outros corredores humanitários para a saída de civis de Aleppo.

    Tema:
    Síria depois de Palmira (73)

    Mais:

    Chanceler: Turquia exige pleno cessar-fogo em Aleppo
    Ataque rebelde em Aleppo mata 28 civis
    Sírios voltam pra casa após 4 anos de ocupação terrorista em bairro de Aleppo (VÍDEO)
    Tags:
    civis, rebeldes, problemas, operação, ajuda humanitária, Força Aeroespacial da Rússia, Daesh, Sergei Ryabkov, Aleppo, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar