09:12 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Jovem passou quase um ano na Síria e no Iraque com seu marido e filhos

    Possível militante do Daesh é presa no aeroporto de Amsterdam

    © AFP 2017/ Remko de Waal / ANP
    Mundo
    URL curta
    236401

    Uma cidadã holandesa de 20 anos foi detida no aeroporto de Amsterdam-Schiphol por suspeitas de colaborar com a organização terrorista Daesh, segundo informaram as autoridades do país nesta terça-feira.

    "Ela é suspeita de ter militado nas filas da organização terrorista em território sírio e iraquiano de 1 de setembro de 2015 a 12 de julho de 2016", afirmou a promotoria em nota.

    A detida, identificada como Laura Hansen, voltou à Holanda na última segunda-feira com seus filhos depois de passar quase um ano com o seu marido na Síria. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores holandês, diplomatas do país mantiveram contato com Hansen e sua família durante sua permanência na república árabe.

    Anteriormente, uma mulher com o mesmo nome havia informado ao canal de TV Kurdistan 24 que tinha sido levada por seu marido a uma base do Daesh em Raqqa contra a sua vontade. Meses depois, ela foi transferida para Mosul, no Iraque, de onde conseguiu escapar. Depois que seus filhos ficaram feridos em um ataque na cidade, decidiu se render às forças curdas na região. 

    Segundo o Coordenador Nacional de Segurança e Luta contra o Terrorismo (NCTV) da Holanda, pelo menos 250 holandeses se juntaram aos extremistas do Daesh desde o início da expansão do grupo no Oriente Médio. 

    Mais:

    Obama alega 'segurança nacional' dos EUA para bombardear o Daesh na Líbia
    Tropas sírias repelem ataques do Daesh contra Deir ez-Zor
    Moscou responde às ameaças do Daesh contra Rússia e Putin
    Tags:
    terrorismo, NCTV, Kurdistan 24, Daesh, Laura Hansen, Raqqa, Holanda, Mosul, Oriente Médio, Iraque, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik