12:55 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados da Frente Polisário durante uma parada militar na aldeia de Tifariti, Saara Ocidental (foto de arquivo).

    Saara Ocidental em disputa: ONU prepara nova proposta para retomar negociações

    © AP Photo/ Daniel Ochoa de Olza
    Mundo
    URL curta
    310

    As Nações Unidas estão preparando uma "proposta formal" para reiniciar as negociações sobre o Saara Ocidental e o enviado da organização considera fazer uma nova excursão à região em litígio, segundo disse nesta segunda-feira um porta-voz da ONU.

    O enviado Christopher Ross manteve contato por uma semana com as partes interessadas para destacar "a necessidade de reativar o processo de negociação no Saara Ocidental" e de definir datas para uma próxima visita, disse o porta-voz adjunto da ONU Farhan Haq.

    "Uma proposta formal está sendo feita para as partes e os países vizinhos", acrescentou ele, sem dar mais detalhes.

    O Conselho de Segurança fez um apelo em 26 de Julho para a retomada das negociações sob os auspícios das Nações Unidas para determinar o estatuto do Saara Ocidental, território disputado pelo Marrocos e pelos separatistas da Frente Polisário.

    As conversações entraram num impasse, apesar de quatro rodadas de negociações entre os dois lados com a mediação da ONU.

    O Conselho registou também o progresso na resolução do litígio entre Rabat e a ONU, que em março provocou a expulsão, por parte do Marrocos, da maior parte dos peritos civis da Missão das Nações Unidas no Sara Ocidental (MINURSO).

    Recentemente, o reino aceitou que um primeiro grupo de 25 peritos retorne à região.

    A expulsão foi motivada por observações feitas pelo Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, durante uma visita a um campo de refugiados sarauís na Argélia. Ban se referiu a uma "ocupação" do Saara Ocidental, enquanto Rabat considera esta antiga colônia espanhola anexada em 1975 como parte do reino.

    O Marrocos propõe como solução uma ampla autonomia sob sua soberania. A Frente Polisário, apoiada pela Argélia, reivindica um referendo de autodeterminação.

    A MINURSO foi implantada em 1991 para controlar o cumprimento do cessar-fogo entre Marrocos e a Frente Polisário, bem como para organizar um referendo.


    Mais:

    Rússia bloqueia projeto de resolução da Ucrânia sobre a Crimeia na ONU
    Representante da ONU diz que problema do terrorismo não é mais setorizado, mas global
    Português António Guterres vence primeira eleição para assumir liderança da ONU
    Tags:
    peritos, soberania, ocupação, autonomia, referendo, cessar-fogo, território, disputa, negociações, impasse, Missão das Nações Unidas no Sara Ocidental, MINURSO, Frente Polisário, Ban Ki-moon, Rabat, Argélia, Marrocos, Saara Ocidental
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik