03:59 18 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 06
    Nos siga no

    Os Estados Unidos estão cada vez mais preocupados com a possibilidade de ataques terroristas realizados pela Frente al-Nusra no Ocidente, segundo alertou o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, em uma entrevista coletiva nesta quinta-feira (28).

    Segundo ele, as autoridades norte-americanas estão apreensivas com relação à capacidade crescente da Frente al-Nusra de executar operações externas que poderiam ameaçar tanto os Estados Unidos quanto a Europa.

    Mais cedo nesta quinta-feira, um vídeo gravado pelo líder da al-Nusra, Mohammed al-Jolani, anunciou que o grupo havia rompido com a Al-Qaeda e mudado seu nome para Jabhat Fath al-Sham, ou "Frente de Libertação de al-Sham" (endônimo da região que faz fronteira com o Mar Mediterrâneo oriental, também conhecido como Levante ou região da Síria, englobando Síria, Líbano, Palestina, Israel, Jordânia, Chipre e a província turca de Hatay).

    O Departamento de Estado dos EUA diz que apesar da ruptura com a Al-Qaeda, Washington não vai mudar a sua abordagem para com a organização terrorista.

    Mais:

    Cidade síria próxima a Golã é bombardeada; relatos apontam ataque de Israel ou da al-Nusra
    EUA: fortalecimento da Frente al-Nusra na Síria é um grande problema
    Turquia recomenda à União Europeia organizar exposição sobre a Frente al-Nusra
    Tags:
    EUA, Europa, Ocidente, al-Sham, Oriente Médio, Síria, Josh Earnest, Casa Branca, Al-Qaeda, Frente al-Nusra, Frente de Libertação de al-Sham, Jabhat Fath al-Sham, grupos terroristas, ameaça, risco, ataques
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar