18:40 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    Um habitante da Califórnia foi sentenciado a 15 anos de prisão por tentar dar apoio ao grupo extremista Daesh e mentir para as autoridades para conseguir um passaporte que o permitiria ir à Síria se juntar aos terroristas.

    Adam Dandach ouviu a sua sentença nesta segunda-feira, na corte distrital de Santa Ana. O rapaz de 22 anos se declarou culpado no ano passado pela tentativa de fornecer suporte material à organização e mentir durante sua solicitação de documento de viagem. A promotoria havia pedido uma pena de 20 anos para ele.

    O caso é mais um da série de jovens americanos processados por jurar fidelidade e ajudar o Daesh ou outros grupos terroristas internacionais. Segundo o advogado de Dandach, o rapaz alegou que o grupo em questão ainda não era oficialmente considerado uma organização terrorista quando ele planejou viajar para a Síria, em 2013. No entanto, de acordo com a lista do Departamento de Estado dos EUA, o grupo é considerado uma organização terrorista desde 2004.

    Mais:

    Preso último suspeito de ataque nos Jogos Olímpicos 2016
    Suspeito de planejar ataque contra turistas russos e norte-americanos é preso na França
    Homem é preso ao tentar pular o muro da Casa Branca
    Recrutador de jihadistas sueco é preso ao tentar cruzar fronteira da Grécia com a Turquia
    Tags:
    prisão, terrorismo, Daesh, Adam Dandach, Santa Ana, Califórnia, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar