04:33 25 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Militares ucranianos em Donbass

    Chanceler da França 'nem sempre entende' quem tem culpa da situação na Ucrânia

    © AP Photo / Evgeniy Maloletka
    Mundo
    URL curta
    0 21

    Ás vezes é difícil entender quem realmente tem culpa da situação na Ucrânia. Para isso, o Ocidente tem que dar um novo sopro de vida ao "formato da Normandia".

    Eis o que informou o ministro das Relações Exteriores da França Jean-Marc Ayrault discursando no Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais (CSIS) em Washington.

    "Reiteramos uma e outra vez, em uma ou outra ocasião, que em reuniões de ministros e chefes de Estado é preciso realmente dar uma nova vida a este formato (da Normandia) para voltar à questão e compreender quem é o responsável: os russos? os ucranianos? Às vezes eu próprio me questiono", confessou o chanceler francês.

    "Será que cada um de nós aceita o status quo atual? Não aceita. Vamos continuar tentando encontrar soluções relativamente às sanções… Gostaríamos de cancelar as sanções, mas precisamos de resultados", declarou o diplomata.

    Jean-Marc Ayrault acrescentou que "quando chegou o deadline das sanções, os europeus decidiram que os resultados não são suficientes para as cancelar".

    O "Quarteto da Normandia", ou "formato da Normandia", é um grupo diplomático de altos representantes dos quatro países (Alemanha, Rússia, Ucrânia e França) envolvidos na solução do conflito no leste da Ucrânia.

    Em abril de 2014, Kiev lançou uma operação militar contra as autoproclamadas repúblicas de Lugansk (RPL) e Donetsk (RPD) que declararam sua independência após o golpe de estado na Ucrânia em fevereiro de 2014. Segundo os dados da ONU, o conflito deixou mais de 9,4 mil mortos.

    Apesar dos acordos alcançados em Minsk, estão continuando tiroteios entre as partes em conflito. Recentemente, a Comissão Especial de Monitoramento da OSCE tem registrado um aumento no número de violações do regime de cessar-fogo.

    Mais:

    Quando vai terminar a guerra em Donbass?
    Ucrânia aprova lei de anistia que ignora milícias de Donbass
    Tags:
    conflito ucraniano, operação militar, sanções, Quarteto da Normandia, ONU, Jean-Marc Ayrault, Lugansk, Kiev, Donetsk, Alemanha, França, Ucrânia, Washington, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar