13:32 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Secretário de Estado dos EUA, John Kerry, e nova primeira-ministra da Grã-Bretanha, Theresa May

    Kerry: EUA, UE e Grã-Bretanha devem trabalhar juntos e minimizar consequências do Brexit

    © AFP 2017/ Hannah McKay
    Mundo
    URL curta
    Brexit: reações e consequências (121)
    117302

    EUA, Grã-Bretanha e países da Europa devem trabalhar em conjunto para minimizar as consequências do Brexit e aproveitar ao máximo as possibilidades econômicas, declarou o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, aos jornalistas, depois da reunião com a premiê britânica, Theresa May.

    Segundo Kerry, é necessário que "EUA, Grã-Bretanha e a comunidade europeia trabalhem em conjunto, para aproveitar ao máximo as potencialidades econômicas, minimizar as consequências negativas… e colaborar para o desenvolvimento futuro das economias o mais breve possível". 

    O secretário de Estado norte-americano classificou a abordagem de Theresa May ao Brexit de sereno e racional. Theresa May, segundo Kerry "é partidária de uma abordagem serena, reflexiva e racional" ao Brexit.

    O chefe da diplomacia dos Estados Unidos deve ainda realizar reunião bilateral com o ministro das Relações Exteriores da Grã-Bretanha, Bors Johnson, que prometeu na véspera reafirmar o "caráter especial das relações" com os EUA durante o encontro com seus parceiros da América do Norte. 

    Tema:
    Brexit: reações e consequências (121)

    Mais:

    Boris Johnson: 'relações com a Europa serão intensificadas, apesar do Brexit'
    Johnson, líder do Brexit, assume chancelaria do Reino Unido
    Tags:
    Brexit, Boris Johnson, Theresa May, John Kerry, EUA, UE, Europa, Grã-Bretanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik