12:34 20 Junho 2018
Ouvir Rádio
    O homem público, ex-imã e pregador Fethullah Gulen

    Gulen: 'Não tenho medo de extradição'

    © AP Photo / Selahattin Sevi, File
    Mundo
    URL curta
    Tentativa de golpe militar na Turquia (109)
    0 42

    O clérigo de oposição turco Fethullah Gulen afirmou, neste domingo, não ter medo de extradição para a Turquia, após o presidente do país, Recep Tayyip Erdogan, ter feito tal pedido a Barack Obama.

    Erdogan e outros oficiais acusam Gulen, que é radicado nos EUA, de ser o mentor da tentativa de golpe militar da última sexta-feira. Gulen, por sua vez, condenou o golpe e negou envolvimento.

    “Não tenho medo de extradição. Se decidirem assim, que seja. E que formem uma equipe internacional para investigar a tentativa de golpe militar”, disse Gulen em entrevista à Rossiya 1.

    A tentativa de golpe foi contida na manhã deste sábado. O primeiro-ministro turco, Binali Yildrim, declarou que todos apoiadores do golpe haviam sido detidos e que o país estava retornando à vida normal. 

    Segundo o Ministério de Relações Exteriores do país informou neste domingo, mais de 190 pessoas morreram e pelo menos 1.400 ficaram feridas durante a tentativa de golpe.

    Tema:
    Tentativa de golpe militar na Turquia (109)

    Mais:

    Tentativa de golpe deixou mais de 190 mortos e 1.400 feridos na Turquia
    Turquia espera resposta dos EUA sobre extradição de Gulen
    Momentos marcantes de tentativa de golpe na Turquia
    Chefe da base Incirlik preso na Turquia
    Tags:
    extradição, golpe militar, Barack Obama, Recep Tayyip Erdogan, Fethullah Gulen, EUA, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik